terça-feira, maio 29, 2007


ECOLE DE FONTAINEBLEAU - Fin du XVIe siècle
Portrait présumé de Gabrielle d'Estrées et de sa soeur la duchesse de Villars
Musée du Louvre

De súbito, o diabinho que me dançava nos ohos,
mal viu a menina atravessar a rua,
saltou num ímpeto de besouro
e despiu-a toda...

E a Que-Sempre-Tanto-Se-Recata
ficou nua,
Sonâmbulamente nua,
com um seio de ouro
e outro de prata.

José Gomes Ferreira

NE: Este sim, este é o poema correcto...

sexta-feira, maio 25, 2007


ECOLE DE FONTAINEBLEAU - Fin du XVIe siècle
Portrait présumé de Gabrielle d'Estrées et de sa soeur la duchesse de Villars
Musée du Louvre

Canção do Mar
Esta mulher é formosa
como uma flor da montanha,
mas é fria, fria, e é fria
como a margem de neve
onde fria floresce.

Herberto Hélder

sexta-feira, maio 18, 2007


Josefa de Óbidos [1630 - 1684]
S.Francisco de Assis e Santa Clara Adorando o Menino Jesus

Kiko
já olharam bem para os olhos de um bebé ?
É que só um bebé tem olhos de bebé. São luzes que brilham por trás das pestanas, são espelhos de nós. Experimentem, vão ver...

sexta-feira, maio 11, 2007


BrunoMiguel

NE: É o meu primo Bruno!